Review: Streets of Rage 4

Desenvolvido pelas empresas SEGA, DotEmu, Lizardcube, Guard Crush Games, Streets of Rage 4 foi lançado em várias plataformas no dia 30 de abril de 2020, sendo a continuação do clássico beat’n up dos anos 90 Streets of Rage 3.

Após 10 anos dos eventos ocorridos no terceiro game da franquia, Wood Oak City estava vivendo eras de paz, até que os gêmeos Y, filhos de Mr. X surgiram com uma gangue de crimes instalando novamente o caos na cidade. Para trazer aos jogadores a nostalgia dos jogos antigos, temos como personagens principais Axel Stone, Blaze Fielding, Adam Hunter, Cherry Hunter e Floyd Iraya, que sãos os responsáveis por investigar os gêmeos Y.

Andando pelo cenário em meio ao caos em ruas do subúrbio, elevadores, locais abandonados, com muitas armadilhas, enfrentando os capangas de Mr. X, devemos escolher bem o nosso herói pois cada um possui uma habilidade diferente, Axel é muito equilibrado, Blaze é bem ágil, Cherry é boa em especiais, ambos distribuem muito bem socos e chutes.

Temos durante o jogo muita pancadaria, que pode ser executada com apenas um jogador, ou até quatro jogadores. Com ótimos cenários, e um gráfico muito bem trabalhado pelo desenvolvedor, isso tudo com uma boa combinação da trilha sonora feita por Olivier Deriviere, Yuzo Koshiro, Yoko Shimomura, Motohiro Kawashima e mais (inclusive está disponível no spotify).

Um dos pontos fortes de Streets of Rage 4 é a possibilidade de desbloquear as versões antigas dos personagens em pixel, juntando pontos ao finalizar cada fase. É claro que juntar a quantidade de pontos para libera-los não é fácil, até porque o jogo tem uma certa dificuldade, principalmente nos chefões.

Um clássico dos anos 90, agora com gráficos e jogabilidade muito melhores, a trilha sonora continua com a mesma pegada, o que nos leva a pura nostalgia da série. Os jogadores tiveram apenas alguns problemas com a questão da versão do game em português, mas no geral, toda a história e modos de game são bons. Viva o caos em Wood Oak City!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *